ANTIGENO CARCINOEMBRIONARIO (CEA) EM SANGUE

MATERIAL BIOLÓGICO
Material: sangue. Volume suficiente para 1,0 ml de soro.

INTERFERENTES
***

INSTRUÇÕES AO PACIENTE
Material: sangue. Não é necessário jejum.

INTERPRETAÇÃO CLÍNICA
O antígeno carcinoembrionário (CEA) é um antígeno de glicoproteína e foi um dos primeiros marcadores tumorais utilizados na prática clínica. Está alterado em uma variedade de tumores, especialmente nos adenocarcinomas do trato digestivo. É o melhor marcador disponível para avaliar o prognóstico e acompanhar a quimioterapia em pacientes com carcinomas gastrintestinais, em especial do segmento colorretal, para avaliar o resultado cirúrgico e para detectar metástases hepáticas. Valores elevados também podem estar relacionados a tumores primários de mama, pulmão e tireóide, porém o CA 15-3 é um marcador mais preciso para os tumores de mama. Os fumantes apresentam valores elevados de CEA, assim como os pacientes com doenças inflamatórias. Está alterado em até 63% dos pacientes com tumores colorretais, embora seja mais sensível para tumores primários do colón que do reto.

« Voltar Exame


Leave a Reply